Entendendo as Bodas

Hoje vamos falar sobre as bodas, ou seja, as comemorações dos aniversários de casamento. Afinal de contas, quando estamos com que amamos, tudo é motivo de comemoração.

 

Poucas pessoas sabem de onde vem a tradição da comemoração das bodas e nem a origem do nome, então para que saibamos porque estamos comemorando aqui está:

 

A palavra “Boda” provém da palavra latina votum, que significa promessa. Então quando comemoramos as Bodas estamos comemorando as promessas feitas no dia do casamento. Em toda e qualquer cerimônia de casamento fazemos a promessa de respeito e amor em frente a um padre, juiz ou qualquer que seja o nome dado ao seu celebrante. Prometemos diante nossas famílias e, normalmente, perante Deus, que iremos nos doar e dar o nosso melhor à aquela pessoa que esta ali, ao nosso lado.

 

Por isso eu acho a comemoração das bodas algo tão especial, pois nesse momento podemos relembrar os votos feitos no dia e também porque é uma ótima oportunidade de surpreender e ser criativa na hora de comemorar.

Bodas de Pluminhas

Como vocês puderam ver que postei na fanpage, nesta segunda feira o Wyll e eu comemoramos 6 meses de casamento e como vivo e respiro casamentos, estava dando uma olhada e descobri que são bodas de pluminhas (muito amor).

 

Porque Bodas de Pluminhas?

Não existe uma explicação do porque serem bodas de pluminha, mas a verdade é que a primeira boda (antes do primeiro ano) que não é relacionada a algo comestível. 

 

O que no nosso caso caiu como uma luva, já que o marido anda de dieta. Como estamos juntos a  12 anos, já não comemorávamos aniversários mensais, e sim, os anuais, mas como dia 23.03.2013 casamos perante Deus, decidimos fazer uma gracinha nestas fofas bodas de pluminhas. Prometo mais detalhes nos próximos dias.

 

Claro que as bodas “oficiais” são aquelas que se comemora a cada ano, mas nem por isso nós – pessoas perdidamente apaixonadas – precisamos esperar um ano para fazer uma comemoração especial com quem amamos. Ainda dentre as “bodas anuais”, estão as mais importantes, que são estas seis aqui:

 

Bodas de Papel

1 ano – Bodas de Papel: Recém-casados, os pombinhos ainda passam pela fase inicial de adaptação à convivência. A história apenas começou a ser escrita num papel em branco.

 

Já estou pensando nas minhas bodas de papel, que no nosso caso será de papel e de renda ou linho, pois comemoraremos 13 anos de união e 1ano de casados perante a Deus! Planos, muitos planos!

 

Bodas de Estanho ou Zinco

10 anos – Bodas de Estanho ou Zinco: Tanto o Estanho como o Zinco são metais muito resistentes à corrosão. O Estanho é maleável, por isso é usado comumente em soldas. Já o Zinco é usado geralmente para proteger ligas de aço e ferro, pois ele é colocado de maneira que seja corroído antes das ligas, como um sacrifício. Os dois metais juntos representam resistência (força), maleabilidade e sacrifício. Características fundamentais para um casamento bem sucedido.

 

Bodas de Cristal

15 anos – Bodas de Cristal: Caro e belo, o cristal é um vidro de altíssima qualidade. Esse material é transparente e trabalhado com riqueza de detalhes, como deve ser o casamento. Casais que atingem este nível de maturidade podem servir de referência para as pessoas a sua volta, por isso são admirados como o cristal.

 

4
25 anos – Bodas de Prata: Apesar de ser valiosa, a prata é um metal tão maleável que para ser usada em jóias precisa ser associada a outros metais, mesmo que em pouca quantidade. Quando polida, ela brilha intensamente. A flexibilidade mais uma vez é usada como característica de um casamento feliz.

 

5

50 anos – Bodas de Ouro: Assim como a prata, o ouro é um metal maleável, fácil se ser trabalhado, porém ainda mais precioso. Ele possui grande valor, e além de estar presente nas jóias mais caras, é comumente utilizado para premiar as pessoas que ganham o primeiro lugar de uma competição. Essa é a mais famosa de todas as bodas, por isso é comum que filhos e netos realizem um festão para comemorá-la.

 

6

60 anos – Bodas de Diamante: O diamante é um mineral muito precioso, transparente e brilhoso, mas o que chama mais atenção é a sua resistência aos outros minerais. Uma pedra de diamante não pode ser riscada por nenhuma pedra, a não ser por outro diamante. De tanto ser lapidado, ao chegar nesta fase do casamento o casal já adquiriu muita resistência às agressões externas. Sem dúvida, as Bodas de Diamante merecem ser festejadas.

 

Rumo as Bodas de Diamante então?! Já fiquei cheia de ideias para as bodas de Cristal, Prata, Ouro e Diamante, e que venham muitas muitas muitas celebrações do amor!!

 

Claro que o motivo dos materiais e mesmo os materiais costumam variar, como a maioria das tradições populares. Mas o que importa é saber o porque estamos comemorando: Encontramos o amor de nossas vidas. E isso é motivo de sobra para comemorar todos os dias.